Noticia

O número chega a quase mil, de acordo com o ranking anual do gabinete Hurun. Em segundo lugar está o EUA com 696 super ricos e a Índia ficou com a terceira posição. Apesar da pandemia, a China teve um aumento no número de bilionários e ultrapassou países como EUA.
No fim de 2019 a China foi o primeiro país a ser afetado por conta da pandemia do coronavírus, em 2020 as medidas de confinamento afundaram sua atividade econômica, assim como outros países no mundo todo, porém a China se destaca por ter sido o primeiro a se recuperar economicamente. Foram 253 novos bilionários no país asiático, com isso, dominando de forma ampla o ranking mundial, totalizando 992 (incluindo Hong Kong).
Enquanto isso os Estados Unidos ficam com o segundo lugar, somando apenas 70 novos bilionários e totalizando 696.

Apesar dos números favoráveis a China, as três maiores fortunas ainda continuam sendo americanas e francesa: 197 bilhões de dólares para Elon Musk, fundador da Tesla, à frente de Jeff Bezos (Amazon) e do francês Bernard Arnault (LVMH).
As maiores fortunas do ranking Hurun não estão vinculadas ao mercado imobiliário, pela primeira vez na história, são de executivos da internet e videogame e da empresa dona do TikTok, respectivamente. Quem ocupou o primeiro lugar por muito tempo foi o empresário Jack MA, do Alibaba, que caiu para a quarta posição do ranking.
Segundo o relatório Hurun, a gigante asiática lidera a criação de riqueza mundial, acrescentando 490 novos bilionários nos últimos cinco anos.
O presidente do Hurun Report, Rupert Hoogewerf, explicou que esse aumento se dá devido a novos IPOs e mercados de ações em expansão: “A Ásia tem, pela primeira vez em talvez centenas de anos, mais bilionários do que o resto do mundo combinado”, acrescentou.

O relatório também apontou uma mudança em Hong Kong, mostrou que apenas três magnatas de Hong Kong estão entre os 50 maiores da China. Seis das dez maiores cidades do mundo com a maior concentração de bilionários estão agora na China, com Pequim no topo da lista pelo sexto ano consecutivo.

FONTE: R7

  • Rio de Janeiro: (21) 2532-5877
  • São Paulo: (11) 3885-7172
  • Shanghai: (86 21) 6840-6399
  • Shenzhen: (0755) 8659-4106
Câmara de Comércio e Indústria Brasil China. Copyright 2020 - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Odara Digital e Webconect