Noticia

O ministro das Relações Exteriores, Carlos França, recebeu no dia 9 de abril uma ligação do ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Wang Yi, em uma conversa sobre cooperação entre os países em relação ao combate ao coronavírus e na fabricação de vacinas.
No Twitter, o perfil oficial do Itamaraty afirmou que “os chanceleres concordaram na urgência do combate à pandemia e da cooperação em vacinas, IFAs e medicamentos”. “Autoridades dos dois países estão em contato permanente para agilizar as remessas, essenciais para salvar vidas”, postou. “Trataram também das promissoras perspectivas em comércio e investimentos. Conversaram sobre a evolução positiva do relacionamento sino-brasileiro e os números crescentes do comércio — recorde de US$ 102,6 bilhões em 2020.”
O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, por sua vez, também usou seu perfil no Twitter para registrar a situação, afirmando que ambos os ministros “concordaram em reforçar as relações bilaterais, a coordenação multilateral e o combate conjunto à pandemia, além de promover a recuperação econômica”.
O posicionamento de França é uma tentativa de reaproximação com o governo chinês após o Ministério das Relações Exteriores ficar sob a tutela de Ernesto Araújo.

Fonte: CNN Brasil

  • Rio de Janeiro: (21) 2532-5877
  • São Paulo: (11) 3885-7172
  • Shanghai: (86 21) 6840-6399
  • Shenzhen: (0755) 8659-4106
Câmara de Comércio e Indústria Brasil China. Copyright 2020 - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Odara Digital e Webconect